Sabe qual é o maior aliado antienvelhecimento? A médica Ana Catarina Dias conta-nos tudo

Cuidado da Pele, Pele sensível, Solares | 23 Maio

Ana Catarina Dias

Legenda da imagem: Dra. Ana Catarina Dias, médica pós-graduada em Medicina Estética

Com os dias de calor de regresso, aumentou a procura por esplanadas e programas ao ar livre. Aproveitar os raios de sol é benéfico para a saúde, mas para usufruir de todo o seu potencial sem riscos é essencial que se adotem cuidados com a pele. É por isso que a médica Ana Catarina Dias elege o protetor solar como o produto de dermocosmética que nunca deve faltar na rotina da pele. O novo Sensilis Matt Gel 50 pode ser a solução ideal para si se procura proteção elevada, praticidade e uma textura ‘premium’ no dia a dia.

O sol veio mesmo para ficar. E se sol é sinónimo de vida, boa-disposição e dias mais longos, também significa proteção redobrada com a pele.

“A proteção solar é um dos nossos melhores aliados na prevenção do envelhecimento cutâneo, nomeadamente no que toca a rugas e manchas, bem como lesões com possibilidade de evolução para neoplasias”, começa por dizer a médica Ana Catarina Dias, interna de formação específica e pós-graduada em Medicina Estética.

“Devemos usar sempre o protetor solar. Seja verão, seja inverno, seja fora de casa, seja dentro de casa. Isto deve-se ao facto de atualmente se falar da importância da proteção não só dos UVA e UVB, mas também da luz visível (HEV). Esta radiação está associada ao aumento de radicais livres, envelhecimento precoce e agravamento de manchas”, explica a clínica.

Mesmo dentro de casa, basta estar na varanda alguns minutos para que a radiação solar possa causar danos na pele, sobretudo se pensarmos numa lógica de exposição acumulada. Por outro lado, mesmo a luz que penetra pelas janelas de casa é suficiente para causar impacto a longo prazo. E as lâmpadas, smartphones e computadores também pode ser nocivas como têm demonstrado vários estudos.

“Tem-se dado cada vez mais importância à radiação visível e a forma mais simples de prevenir os seus riscos é usando o protetor solar… Pode ainda usar filtros de luz nos equipamentos e recorrer ao uso de antioxidantes”, sugere a médica.

Pele sensível deve ter cuidados extra

Cerca de metade da população europeia tem pele sensível. De facto, as últimas pesquisas no Google sobre “pele sensível” duplicaram desde 2010, o que demonstra uma crescente preocupação da população com este tema.

Pele sensível define-se por uma hipersensibilidade cutânea que pode causar sintomas como repuxamento, prurido, ardor, vermelhidão, descamação ou mesmo rash cutâneo.

“As pessoas com peles mais sensíveis, dependendo do tipo de sensibilidade e o porquê dessa sensibilidade, devem sempre procurar produtos com Fator de Proteção Solar (FPS) mais alto, com componentes calmantes, e ter o cuidado de os aplicar várias vezes ao dia”, recomenda a médica especializada em medicina estética.

No caso da pele com rosácea, esses cuidados deverão ser ainda mais apurados. “A pele com rosácea, sendo ela um problema cutâneo com uma fisiopatologia muito sensível a estimulantes como o calor, deve sim seguir mais cuidados. E, neste caso, o protetor solar é mesmo essencial. Várias aplicações e proteção física como um chapéu é também muito importante”, indica.

Se a dúvida é qual protetor escolher, Ana Catarina Dias é objetiva: “Deve-se procurar um protetor com pelo menos 30 FPS. No entanto, prefiro 50 FPS ou superior. Devem ter filtros de proteção para todos os tipos de radiações e depois deve ser o mais adequado ao tipo de pele. Se não houver a possibilidade de se usar mais do que um produto no rosto, deve-se optar sempre pelo protetor solar”, reitera.

Legenda da imagem: Protetor solar de rosto Sensilis Matt Gel 50

A Sensilis acaba de lançar em Portugal o Sensilis Matt Gel 50. Este protetor solar de rosto com fator de proteção elevado, indicado em todos os tipos de pele que procurem uma textura invisível, protege contra os efeitos nocivos da radiação e previne o fotoenvelhecimento.

“É um protetor solar muito interessante”, comenta Ana Catarina Dias. “O Matt Gel tem esta particularidade da textura mousse, o que o torna muito sedoso na aplicação, e é invisível. Desta forma a sua aplicação é muito adequada, por exemplo, no caso dos homens ou mesmo no couro cabeludo”, refere. “A sua aplicação é mais fácil, mesmo em zonas com pelo”, diz.

“As diferentes texturas permitem adequar o protetor ao tipo de pele. Uma pele mais oleosa, mista ou acneica deve optar por protetores oil-free ou com um toque mais seco ou matificante. Já uma pele mais seca deve optar por um protetor mais cremoso com componente hidratante”, propõe a médica.

O aliado antienvelhecimento

O protetor solar resguarda a pele dos danos celulares que, no limite, podem causar cancro, mas são também um excelente aliado contra o envelhecimento. Ana Catarina Dias dá um exemplo que é paradigmático na literatura médica: “Há uma foto muito característica de um camionista onde se vê muito nitidamente a diferença na metade do rosto que é exposta ao sol durante a condução e a outra metade protegida do sol pela cabine do veículo”, relata.

“O lado exposto tem um elevado número de rugas e manchas provocadas pelas constantes exposições solares. De forma a prevenir ou mitigar isso, é indispensável a aplicação do protetor solar”, assevera a clínica que deixa ainda uma sugestão na hora de tratar a pele com manchas solares:

“Tenho especial carinho pela linha Skin D-pigment da Sensilis, não só porque cada vez mais há pessoas a recorrer à consulta por manchas provocas pelo sol, como efetivamente vejo o efeito destes produtos. Há muitos despigmentantes no mercado, mas de momento os que melhor têm funcionado são efetivamente estes. Eu própria realizei o protocolo da Sensilis e posso dizer que fiquei muito satisfeita”, conclui.

Gostou deste artigo? Partilhe-o.

Produtos nesta história

Artigos relacionados

Sensilis Solares

Cuidado-da-pele, Pele-sensivel, Rugas, Solares | 23 Junho

Sol, praia e pele sensível: quais os cuidados essenciais?

Chegaram os dias de calor e as idas à praia, com banhos de mar e algumas horas ao sol. Todos concordamos que a proteção contra a radiação solar é um cuidado transversal a todas as idades e tipos de pele, mas a pele sensível exige uma atenção especial. Falámos com duas médicas sobre os cuidados indispensáveis na hora de proteger este tipo de pele.

Cuidado-da-pele, Pele-sensivel | 19 Abril

É preciso cuidar do maior órgão do corpo humano, mesmo após um procedimento estético: as recomendações de duas médicas

Qualquer tipo de pele pode ficar sensibilizada devido a fatores externos: o recurso a procedimentos estéticos seguros e a exposição solar em excesso são apenas dois deles. Mas não há razão para dramas, até porque há soluções, como o novo Skin Rescue [Serum S.O.S.]. A propósito do lançamento deste novo produto Sensilis, falámos com as médicas Catarina Oliveira Madeira e Bárbara Pitrez, especializadas em Medicina Estética na Clínica Integrativa UNO.

Cuidado-da-pele, Pele-sensivel | 6 Outubro

Hiperpigmentação: Existem soluções eficazes mesmo em pele sensível

Ninguém gosta de ter a pele manchada. Mas a exposição solar desadequada, o normal envelhecimento cutâneo, alguns fármacos e a biologia individual de cada um, por vezes, ditam as regras do jogo. Neste artigo, falámos com a médica Joana Parente para perceber a origem da hiperpigmentação da pele, conhecer estratégias para travá-la e se possível evitá-la desde cedo. Na batalha contra as manchas, queremos que a saúde da pele fale mais alto.